PRIMEIRO JOGO OFICIAL NOTURNO NO ELZIR CABRAL FAZ ANIVERSÁRIO

barra

Imagem que mostra o sistema de refletores do Elzir Cabral na forma como foi inaugurado em 90

Hoje é aniversário do primeiro jogo oficial noturno na Barra do Ceará. Foi em 1990, exatamente no dia 27 de janeiro. Já mostramos por aqui a cerimônia de inauguração dos refletores, que contou inclusive com a presença de Ricardo Teixeira, então presidente da CBF, porém nunca foi feito menção ao primeiro jogo oficial iluminado a partir daquele novo sistema. Ele aconteceu na partida inaugural do Estadual daquele ano e o Tiradentes foi o adversário. Surpreendentemente, o Tigre bateu o Tubarão por 1×0 dentro de seus domínios e estragou a festa do Ferroviário, que tinha várias novidades em sua equipe, entre elas a dupla Gilson Baiano e Rocha, artilheiros implacáveis no Treze/PB em 1989.

rochaatacante

Rocha: novo reforço para o Estadual 1990

Foi o jogo 2.317 da história coral, apitado por Luís Vieira Vila Nova, um dos árbitros mais famosos do futebol cearense e que foi lateral esquerdo do próprio Ferroviário no início dos anos 70. O gol do adversário foi marcado pelo veterano Ademir Patrício, que em seguida teve ótima passagem pelo Tubarão da Barra. Treinado pelo paulista Benê Ramos, o Ferrão jogou com Carlinhos, Everaldo, Luís Oliveira, Gilmar Furtado e Caetano; Toninho Barrote, Jacinto (Marcos Ubajara) e Gilson Baiano; Mardônio, Rocha e Mirandinha. O Tiradentes venceu com Albertino, Aírton, Batista, Joãozinho e Osmanir; Carlos (Flávio), Silmar e Modali; Aloísio, Ademir Patrício (Néo) e Marcelo. Aquele revés para o Tigre era apenas prenúncio das dificuldades que se seguiram durante o restante da competição e o Ferroviário só conseguiu a primeira vitória no Estadual em meados de março. A dupla Gilson Baiano e Rocha ficou pouco na Barra. Ambos viraram treinador após a aposentadoria nos gramados. Rocha faleceu em 30 de dezembro de 2007 na Bahia.

Uma resposta em “PRIMEIRO JOGO OFICIAL NOTURNO NO ELZIR CABRAL FAZ ANIVERSÁRIO

  1. O Rocha era o maior artilheiro entre todos os Estaduais do Brasil quando foi contratado pelo Ferroviário. Infelizmente não foi bem sucedido na Barra do Ceará. Parabens o Almanaque do Ferrão por nos fazer rememorar jogadores como ele, que de tão rápida passagem, acabam caindo no esquecimento. Não sabia que já havia falecido. Que Deus abencoe sua alma.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s