BATE-PAPO PROMOCIONAL SOBRE O NOVO LIVRO “CRÔNICAS CORAIS”

O livro “Crônicas Corais” entrou nessa semana em pré-venda no site da Editora Primeiro Lugar e Rafael Morais, editor da companhia, organizou um bate-papo no Instagram com o autor Evandro Ferreira Gomes para promover a ação. Do mesmo autor do Almanaque do Ferrão, a nova obra traz uma coletânea de vinte crônicas históricas sobre o Ferroviário Atlético Clube. Na conversa informal realizada há dois dias, Rafael e Evandro discorrem sobre o conteúdo do livro e também sobre vários outros aspectos que permeiam a sua produção a partir de acontecimentos verificados no passado do autor e na trajetória do próprio Tubarão da Barra, de seus ex-jogadores, conquistas e personagens importantes ao longo do tempo. O novo livro sobre o Ferrão será lançado em dezembro e tem o prefácio assinado por Evaldo Lima, ex-secretário de esportes de Fortaleza e veterano torcedor coral. O texto de apresentação na orelha da obra é do ex-presidente Chateaubriand Arrais, que gentilmente aceitou a missão. Após o lançamento do livro, prevista para a primeira quinzena de dezembro, a obra ficará à disposição dos torcedores e desportistas na loja oficial Ferrão Store.

IMAGENS RARÍSSIMAS DA FESTA CORAL NO TÍTULO ESTADUAL DE 1988

No dia de hoje, comemora-se mais um aniversário da brilhante conquista do campeonato cearense de 1988 por parte do Ferroviário Atlético Clube. Naquele dia 7 de setembro, uma quarta-feira, o time coral bateu o Fortaleza por 1×0, gol de Marcelo Veiga, e conquistou a taça de campeão estadual depois de 9 anos. As imagens acima são raríssimas e, apesar das inconsistências no áudio e na qualidade do vídeo, conseguiram ser resgatadas pelo Almanaque do Ferrão, especialmente para ilustrar a data comemorativa de hoje. Referidas imagens mostram a festa coral ainda dentro do gramado do Castelão, a volta olímpica, entrevistas com os dirigentes Domar Pessoa e Vicente Monteiro, além de depoimentos dos jogadores Arnaldo, Alves, Arimatéia, Edson, Jacinto e Marcelo Veiga. Mostram também a festa da torcida coral na Barra do Ceará após o jogo e apresentam os comentários do saudoso Sérgio Pinheiro, falando sobre a grande conquista coral. Vale a pena ter acesso a esse material extraído de programas da TV Verdes Mares de Fortaleza, veiculados no dia seguinte à conquista do Ferrão, com a participação dos apresentadores Tony Moraes, Tony Nunes e João Inácio Júnior. Mais de três décadas depois, esse material de 12 minutos de duração consegue ainda demonstrar toda a emoção que representou aquele título para a torcida do Ferroviário naquela temporada. Aproveite e curta essa verdadeira raridade!

LIVE NA ÍNTEGRA DIRETAMENTE DO INSTAGRAM COM JARDEL

Você confere acima mais uma Live do Almanaque do Ferrão realizada no Instagram, dessa vez com o nosso ex-atacante Jardel, revelado na Barra do Ceará no início dos anos 1990 e que retornou, em 2009, com a missão de encerrar sua carreira no próprio Ferroviário Atlético Clube. O ex-jogador coral compartilhou suas principais memórias de quando chegou ao clube, os primeiros jogos na equipe profissional, os primeiros companheiros de time, além da negociação que envolveu sua ida para o Vasco/RJ em 1991, além de suas ótimas passagens pelo Grêmio/RS e pelo futebol internacional, notadamente no Porto e no Sporting, ambos em Portugal, e no Galatasaray da Turquia. Foi mais um bate-papo para a posteridade da memória coral com aquele que é considerado o jogador cearense que mais sucesso obteve no futebol mundial em todos os tempos. A Live de ontem encerrou em grande estilo a temporada de bate-papos no Instagram com jogadores do passado, inicialmente programada para dez edições, com o objetivo de resgatar resenhas e boas lembranças da trajetória coral em cada época. 

JARDEL É O CONVIDADO DA ÚLTIMA EDIÇÃO DE LIVES NO INSTAGRAM

Jardel na Live do Almanaque do Ferrão

Ele foi uma das principais crias do Ferroviário Atlético Clube ao longo da história. Começou sua carreira e finalizou seus últimos dias no futebol exatamente no gramado da Barra do Ceará, depois de fazer história como um dos principais artilheiros do futebol europeu, vestindo a camisa de clubes como Porto, Sporting, Galatasaray, entre outros. Estamos falando do atacante Jardel, que será a atração da décima e última edição da série de Lives no Instagram, implementadas desde junho. No próximo domingo, dia 23 de agosto, no horário de 21h30, Jardel vai recordar suas memórias do início da carreira no Ferroviário, além de comentar suas principais passagens pelo futebol brasileiro e mundial. A ex-revelação coral vai se incorporar à galeria dos já entrevistados Tiago GasparettoArnaldoGiancarloRamirezAcássioMazinho Loyola, Ricardo LimaLeanderson e Simplício, totalizando dez gravações que ficarão para a posteridade coral e recordação histórica do futebol cearense. Não perca!

NOVO LIVRO SOBRE O FERROVIÁRIO SERÁ LANÇADO ATÉ O FINAL DO ANO

Editora Primeiro Lugar

No início do próximo mês de dezembro, um novo livro será lançado envolvendo fatos importantes, grandiosos e históricos da trajetória do Ferroviário Atlético Clube. Escrito pelo mesmo autor do Almanaque do Ferrão, chegará ao vasto universo da literatura esportiva uma nova obra intitulada ´Crônicas Corais`, reunindo uma compilação de vinte textos devidamente preparados durante a pandemia de coronavírus no primeiro semestre desse ano. A nova obra sobre o universo coral será lançada pela Editora Primeiro Lugar, especializada na publicação de livros no segmento esportivo. Depois de lançar o Almanaque do Ferrão em 2013, o autor da nova obra, Evandro Ferreira Gomes, resgata nesse trabalho várias passagens e fatos importantes da história do Ferrão, agora em formato de crônicas. Nomes como os de Valdemar Caracas, Estelita Aguirre, Zé Limeira, Zezé do Valle, Ruy do Ceará, José Rego Filho, Vicente Monteiro, Clóvis Dias, entre tantos outros, estarão presentes nas crônicas corais, ao lado de passagens envolvendo jogadores que fizeram a história do clube como Manoelzinho, Pacoti, Macaco, Marcelino, os heróis do título invicto de 1968, os bicampeões estaduais nos anos 1990, o título de campeão brasileiro em 2018, etc. Enfim, uma verdadeira coletânea de boas histórias sobre fatos e feitos que ajudaram a consolidar o Ferroviário como uma das principais agremiações esportivas do futebol nordestino. 

JOGO DE NÚMERO 1 MUDARÁ NA PRÓXIMA EDIÇÃO DO ALMANAQUE

Primeira edição da versão impressa do Almanaque do Ferrão lançado em junho de 2013

Quando a segunda edição do Almanaque do Ferrão for publicada, provavelmente no aniversário de 90 anos do clube, em 2023, o jogo de número 1 da história coral passará a ser um confronto amistoso contra a equipe do Duque de Caxias, realizado exatamente poucos meses depois da fundação do clube. Hoje, esse jogo está completando aniversário! Em 13 de agosto de 1933, um domingo, os bravos operários corais, treinados por Valdemar Caracas, foram ao campo de futebol localizado no Passeio Público e venceram de goleada a equipe adversária por 4×1. Naquela época, com apenas três meses de fundação, o Ferroviário disputava jogos nos finais de semana nas mais diversas praças esportivas da capital cearense. Agora descoberto, esse jogo que completa, hoje, exatos 87 anos, passa a ser o primeiro que se tem registro nos anais da história coral. Além da complementação natural com os jogos entre 2013 e 2023, a grande novidade da segunda edição contemplará ainda 31 novos jogos que foram descobertos entre 1933 e 1942 pela Liga Suburbana, torneios diversos, disputas de taças e partidas amistosas. Em três anos tudo estará pronto!

LIVE NA ÍNTEGRA DIRETAMENTE DO INSTAGRAM COM SIMPLÍCIO

O vídeo acima é de uma preciosidade histórica difícil de mensurar. Em mais uma Live do Almanaque do Ferrão no Instagram, o nono episódio dessa primeira temporada de resenhas com nomes do passado, recebemos ontem o ex-meio-campista Simplício, um dos jogadores mais icônicos do futebol cearense na década de 1970. Foram 181 jogos e 60 gols marcados com a camisa coral entre 1969 e 1974, ano em que decidiu pendurar as chuteiras, ainda jovem, com o propósito de se dedicar a uma profissão mais segura. Com a presença e o apoio tecnológico de seu filho Fred Clemente, um admirador e colecionador dos arquivos do pai, Simplício, aos 74 anos de idade, recordou um festival de memórias envolvendo ex-companheiros, ex-dirigentes, lances, feitos e fatos pitorescos de sua passagem vitoriosa pela Barra do Ceará, quando foi campeão da Taça Estado do Ceará e do campeonato cearense, ambos em 1970. São memórias de quase cinco décadas, agora eternizadas e compartilhadas em nosso blog. Aproveite e assista as memórias do ´Canhão da Barra` agora mesmo!

SIMPLÍCIO, O CANHÃO DA BARRA NA LIVE DO ALMANAQUE DO FERRÃO

Ele foi um dos principais nomes do Ferroviário na primeira metade dos anos 1970. O meio campista Simplício ficou conhecido pela sua constância e excelente performance em campo, mas sobretudo pela potência de seu chute desferido em cobranças de falta, pênaltis ou arremates de fora da área, por essa razão recebeu a alcunha de ´Canhão da Barra“. No próximo domingo, dia 2 de agosto, no horário especial das 19 horas, a Live do Almanaque do Ferrão no Instagram chega à sua edição de número nove batendo um papo  exatamente com Simplício, diretamente da Paraíba. As recordações de mais de cinquenta anos prometem ser a tônica da entrevista com nosso ex-jogador, onde ele terá a oportunidade de falar sobre seu período no Ferroviário, notadamente na brilhante conquista do campeonato cearense de 1970, além de falar sobre sua carreira nas equipes paraibanas e também no rumo que sua vida tomou depois que pendurou as chuteiras, ficando tantos anos distante dos holofotes do futebol cearense. O ex-craque coral vai se incorporar à galeria dos já entrevistados Tiago Gasparetto, Arnaldo, Giancarlo, Ramirez, Acássio, Mazinho Loyola, Ricardo Lima e Leanderson, totalizando nove gravações até o momento, que ficarão para a posteridade coral e memorabilia histórica do futebol cearense. Todos convidados para conhecer a história do nosso eterno craque Simplício, dono de um dos chutes mais fortes do futebol nordestino.

LIVE NA ÍNTEGRA DIRETAMENTE DO INSTAGRAM COM LEANDERSON

Você confere acima mais uma Live do Almanaque do Ferrão realizada no Instagram, dessa vez com o nosso ex-volante Leanderson, campeão brasileiro com a camisa do Ferroviário na temporada de 2018. O ex-capitão coral compartilhou suas principais memórias daquela conquista, falando sobre os principais jogos, os momentos mais emblemáticos, alguns de seus gols e também sobre as duas outras vezes que levantou troféus pelo Ferrão, na Taça Fares Lopes em 2018 e na Taça dos Campeões em 2019. Foi mais um bate-papo para a posteridade da memória coral com aquele que foi o nosso capitão em três conquistas inéditas ocorridas no intervalo de apenas cinco meses. Aos domingos, às 21h30, no Instagram, a nossa Live recebe sempre um jogador do passado para resgatar resenhas e boas lembranças da trajetória coral em cada época. Não deixe de conferir, pois serão apenas dez episódios por temporada.

CAPITÃO DE TRÊS TÍTULOS NA LIVE DO ALMANAQUE DO FERRÃO

Leanderson na Live do Almanaque do Ferrão

Depois de passagens por equipes importantes como Grêmio/RS, Sport/PE e Juventude/RS, o volante Leanderson chegou para o Ferroviário vendendo experiência, no auge de seus 35 anos de idade. Ao chegar na Barra do Ceará, efetivou-se como titular e teve grande importância no título brasileiro da Série D de 2018. Entre agosto daquele ano e janeiro de 2019, levantou três troféus com a camisa coral. Além de campeão nacional, conquistou também com seus companheiros o título da Taça Fares Lopes e a Taça dos Campeões. Foram duas temporadas no Ferroviário, totalizando 65 jogos e 4 gols marcados com a camisa coral. Pra falar das conquistas corais e de sua longeva carreira no futebol brasileiro, Leanderson é mais um convidado da primeira temporada de Lives do Almanaque do Ferrão no Instagram, no próximo domingo, dia 26 de julho. O ex-volante coral vai se incorporar à galeria dos já entrevistados Tiago Gasparetto, Arnaldo, Giancarlo, Ramirez, Acássio, Mazinho Loyola e Ricardo Lima, totalizando oito gravações que ficarão para a posteridade coral e memorabilia histórica do futebol cearense. Estão todos convidados, portanto, para conversar com o atleta que, em três títulos, ergueu a taça mais valiosa de nossas conquistas, que rendeu a inesquecível cena abaixo.