EM SUA SEGUNDA PASSAGEM NO FERRÃO, MIMI MARCA NA HISTÓRIA

Veja o vídeo acima. Ele foi extraído da cobertura do Esporte Interativo para mais um Clássico das Cores emocionante em 2017. O Ferrão perdia ontem por 1×0 e arrancou o empate com um gol de Mimi aos 48 minutos do 2º tempo. O herói do jogo se emociona na entrevista após a partida. Essa é a segunda passagem de Mimi pelo Ferrão. A primeira foi na Taça Fares Lopes de 2011. De volta ao clube, seis anos depois, o atleta vem fazendo um grande campeonato, tendo crescido de rendimento exatamente nos momentos decisivos. No clássico passado, já havia sido um dos melhores em campo. Ontem, de novo. A emoção de Mimi é o símbolo de um time que não se entrega e vai em busca de uma final de campeonato para o Ferrão quase 20 anos depois. Confira abaixo os melhores momentos do jogo de ontem. Veja o gol de Mimi aos 48 minutos finais quando ninguém mais acreditava. Veja também o pênalti escandaloso em cima de Mota que não foi marcado pela arbitragem. Será que dá pra confiar na arbitragem local nessa reta final?

FERROVIÁRIO VOLTA A JOGAR NO CASTELÃO DEPOIS DE 3 ANOS

A boa nova chegou em meados de dezembro. O Alto Santo desistiu da competição e o Ferroviário, terceiro colocado na Série B cearense, está de volta à primeira divisão. A estreia coral acontece no próximo domingo, dia 15, contra o Fortaleza. Será a reedição do ´Clássico das Cores` em seu palco mais glamouroso: o Castelão. Você é capaz de lembrar a última vez que o Ferrão atuou naquele estádio? Foi no dia 21 de janeiro de 2014, contra o Itapipoca, numa partida que terminou 0x0 e afundou ainda mais o time coral rumo ao rebaixamento naquela temporada. Recorde a escalação do Tubarão da Barra: Fernando Júnior, Charles, Regineldo e Júnior Carvalho; Mota, Vagno Pereira, Everton, Iarley e Sami (Diego); Elson Obina e Rafael (Leílson). O Itapipoca jogou com Alberto, Joãozinho, Cosmo (Renan), Alisson e Betinho; Tião Baiano, Mimi, Jorge Luis (Abel Marinho)(Serginho) e Juninho Maranhense; Felipe Espada e Nilsinho. César Magalhães foi o árbitro naquela noite, diante de um público de apenas 281 pagantes. O meia Mimi, que defendia o adversário em 2014, atualmente é jogador do Ferroviário. Confira o vídeo abaixo com os melhores momentos da nossa última vez no Castelão.