FERROVIÁRIO NUNCA PERDEU PARA O SANTA CRUZ DENTRO DO ARRUDA

Foto publicada pelo Diário de Pernambuco exaltando a vitória do Ferroviário dentro do Arruda

A sexta-feira passada foi gloriosa para o Ferroviário. O time coral bateu o Santa Cruz/PE por 2×0 dentro do Estádio do Arruda e começou a reforçar um belo retrospecto a seu favor: o de nunca perder para o tricolor pernambucano em seu próprio estádio. É bem verdade que este foi apenas o segundo jogo entre ambos no Arruda, que valeu pela Série C do campeonato brasileiro. O primeiro aconteceu no já distante ano de 1986, quando ambos se enfrentaram em partida amistosa, realizada para a entrega de faixas ao campeão pernambucano daquela temporada. Na ocasião, treinado por William Pontes, o Ferrão empatou em 1×1 com o futebol de Serginho, Neto, Arimatéia, Léo e Luis Carlos; Nilo, Edson e Carlos Antônio; Cardosinho, Flávio e Edinho. O Santa Cruz, do técnico Moisés Matias, jogou com Birigui, Zito (Orlando), Lula, Jorge e Lotti; Zé do Carmo, Clóvis (Zé Alberto) e Evaristo (Indio); Marlon, Washington (Zé Henrique) e Jacozinho. Os gols foram de Flávio para o Ferrão e Zé do Carmo para o time pernambucano. No tento do Tubarão da Barra, o estreante Flávio, ex- Tiradentes/CE, driblou o goleiro Birigui e fez um belo gol diante de um ótimo público. Sexta passada, perante mais de 25 mil pessoas, foi a vez de Isaac e Mazinho calarem o Arruda em nome da torcida do Ferrão. Sem dúvida, uma vitória que será lembrada por muito tempo e que já entrou para a história. Vale registrar o vídeo abaixo.

SPORT 3X3 FERRÃO: UM JOGO ÉPICO PARA SER ETERNAMENTE LEMBRADO

O Ferrão viveu na noite de ontem um momento épico que será lembrado daqui a cem anos. Pela primeira vez na história, o time coral passou para a terceira fase da Copa do Brasil e o feito aconteceu de uma forma simplesmente emocionante. Jogando na Ilha do Retiro, em Recife, estádio de propriedade do adversário Sport/PE, enfrentando um time justamente da Série A nacional e com um orçamento infinitamente superior ao do Tubarão da Barra, a classificação teve requintes de extrema emoção e repercutiu em todos os noticiários do país. Sem dúvida, um feito histórico, épico e inesquecível sob todos os aspectos porque o Ferrão perdia por 3×0 até os 30 minutos do 2º tempo e. empatou o jogo em 11 minutos, levando a partida para os pênaltis. Venceu por 4×3 nas penalidades e passou de forma inédita para a terceira fase da competição. O vídeo abaixo vale a pena ser assistido várias vezes. Trata-se da edição com os gols do jogo.

Estamos falando do jogo 3.596 da trajetória de 85 anos do Ferroviário Atlético Clube. O recém contratado Mazinho marcou duas vezes e Valdeci empatou a partida, que teve transmissão para todo o pais pela Fox Sports, emissora que detém os direitos de transmissão da Copa do Brasil. Hoje, os jornais cearenses amanheceram estampando o grande feito coral em manchetes de capa. Além disso, todos os programas esportivos pelo território brasileiro comentaram a vitória de Davi em cima de Golias, metáfora usada pelo ex-atacante Sérgio Alves em seu comentário diário na TV Jangadeiro de Fortaleza, onde partida do programa ´Futebolês` com uma equipe de primeira linha. Em síntese, o dia 15/02/2018 será para sempre lembrado como um dos jogos mais épicos da história coral e de todo o futebol cearense. Vale a pena inclusive rever uma matéria de um canal de televisão cearense diante do que parecia improvável.