ZAGUEIRO CORAL DA BASE DE 2009 É NEGOCIADO COM O BORDEAUX

20150817_Pablo_RC_APP(2)

Ex-zagueiro coral Pablo, as 24 anos de idade, tem a chance agora de jogar no futebol francês

Ele foi zagueiro do Sub-18 do Ferroviário no Campeonato Cearense de 2009. Era titular absoluto da defensiva coral e se projetava como um jogador de futuro. Seis anos depois, parece que este chegou finalmente para o jovem Pablo, atualmente defendendo as cores da Ponte Preta na 1ª divisão do futebol brasileiro. O atleta acaba de ser negociado com o Bordeaux da França. Segundo a imprensa paulista, o valor da negociação foi da ordem de 6 milhões de Euros, o equivalente a 24 milhões de Reais. Pablo nunca disputou uma partida oficial pelo Ferroviário. Em meio a uma centena de jogadores ligados à empresários que foram desligados do clube entre setembro e outubro de 2009, ele foi parar no rival Ceará e de lá bateu asas para boas passagens pelo Grêmio/RS e Avaí/SC.

logo-fifaMesmo já tendo se passado 6 anos desde a atuação do zagueiro Pablo na base do Tubarão da Barra, o time coral pode auferir receitas futuras a partir do mecanismo de solidariedade, uma compensação instituída pela FIFA visando restituir aos clubes formadores, alijados do processo de transferências internacionais. Segundo o Regulamento de Transferências publicado no site da entidade, “se um profissional se transfere durante o curso de seu contrato, 5% do montante deve ser deduzido, por seu novo clube, a todos aqueles envolvidos no treinamento e educação do atleta ao longo dos anos situados entre o 12º e 23º aniversários”. Em suma, trata-se de uma trabalhosa – porém rentável – fonte de recursos. Basta o Ferroviário se mexer em âmbito jurídico para pleitear a sua compensação financeira sempre que uma transação internacional com esse jogador vier a ocorrer, o que convenhamos, em épocas de vagas macras, será sempre mais do que bem vinda.

RICARDO TEIXEIRA EM VISITA AO ESTÁDIO DO FERROVIÁRIO EM 1989

As notícias do futebol mundial não são nada positivas na atualidade. Em meio à onda de corrupção, ilicitudes e prisões que envolvem dirigentes famosos do Brasil e da própria FIFA, várias personalidades ligadas à administração do futebol são colocadas na berlinda e nomes como o de Ricardo Teixeira é invariavelmente citado. Ele foi presidente da Confederação Brasileira de Futebol entre 16/01/1989 e 12/03/2012. O que pouca gente recorda é que, ainda no primeiro ano de sua gestão, exatamente em dezembro de 89, ele visitou o estádio do Ferroviário e participou da cerimônia de inauguração das torres de iluminação que garantiam ao clube, pela primeira vez na história, a chance de realizar jogos noturnos em sua própria casa. Era o fechamento com chave de ouro da gestão do presidente Domar Pessoa. O Almanaque do Ferrão recuperou o vídeo daquele momento emblemático na vida do clube e o disponibiliza agora para a torcida coral, mostrando o prestígio que o Ferroviário Atlético Clube possuía naquele momento junto a Federação Cearense de Futebol e CBF, o que apenas comprova que relacionamento e competência caminham de mãos dadas quando se busca o sucesso e a grandeza de momentos como os agora eternizados no resgate do vídeo acima.