HOMENAGEM DO GLOBO ESPORTE AO ÍDOLO MARCELO VEIGA

Registro histórico do fotógrafo Stênio Saraiva após Marcelo Veiga marcar o gol do título em 1988

Na última postagem de 2020, vale a pena eternizar o vídeo abaixo com o encerramento do Globo Esporte no último dia 15 de dezembro. Com muita sensibilidade, o programa homenageou o ex-lateral esquerdo Marcelo Veiga, falecido no dia anterior, depois de um mês internado, lutando pela vida contra a Covid-19. A matéria trouxe imagens de arquivo da TV Verdes Mares de Fortaleza, apresentando breves resgates memoráveis de 1988, 1989, 2004, 2009 e 2019. No primeiro ano de Marcelo Veiga como jogador do Ferrão, o programa resgatou um momento lúdico do ex-lateral brincando como goleiro num treino na Vila Olímpica Elzir Cabral. Na mesma temporada, as imagens registram aquele que Marcelo Veiga considerava o gol mais bonito de sua carreira, marcado em Sobral, contra o Guarany, aos 44 minutos do segundo tempo, numa cobrança magistral de falta. Aquele gol rendeu uma grande confusão no Estádio do Junco, até hoje comentada nas arquibancadas cearenses. Essa preciosidade aparece aos 42 segundos do vídeo e é reapresentado no final da matéria. Em um ano complexo como 2020, Marcelo Veiga se foi para o plano superior, porém recebeu sempre em vida todas as homenagens e carinho da torcida do Ferroviário, além do respeito dos desportistas cearenses. O registro abaixo é uma prova disso porque ídolos seguem sempre eternos.

FERROVIÁRIO SE DESPEDE DO ÍDOLO ETERNO MARCELO VEIGA

Existem dias que a gente espera que nunca cheguem. Hoje foi apenas mais um deles. O Ferroviário recebeu a notícia do falecimento de seu ex-lateral esquerdo Marcelo Veiga. Depois de quase um mês lutando contra a Covid-19, o eterno ídolo coral faleceu na tarde de hoje na Santa Casa de Bragança Paulista, cidade onde fixou residência há vários anos. O vídeo acima é simbólico e registra um breve momento de sua passagem no ano passado, como treinador, durante a Série C do campeonato brasileiro. Nessa função, com trabalhos em 2004 e 2019, foram 24 partidas à frente do Ferrão. Como jogador, em 1988 e 1989, Marcelo Veiga disputou 79 partidas e marcou 13 gols, entre eles o gol do título, em cima do Fortaleza, na grande final do campeonato de 1988. Consolidou-se naquele ano como um jogador de muita raça, espírito de luta e chute certeiro, rapidamente se tornando capitão da equipe e xodó da torcida coral, principalmente entre as crianças. Em janeiro de 1990, teve seu passe negociado com o Santos/SP, equipe tradicional do futebol brasileiro, onde também viveu grande fase. Em 1996, Marcelo quase retornou ao Ferrão, mas o clube estava bem servido de lateral esquerdo e a oportunidade acabou não vingando. Ao longo dos seis anos desse blog, muito conteúdo já foi postado e recordado em termos de áudios raros, entrevista exclusiva, vídeos e fotografias do maior lateral esquerdo da história do Ferroviário Atlético Clube. Basca clicar na marcação com o nome “Marcelo Veiga” abaixo e reviver alguns de seus grandes momentos no Tubarão da Barra. Vai com Deus, capitão.