APÓS MAIS DE TRÊS DÉCADAS, FERRÃO PODE VOLTAR A JOGAR EM LONDRINA

Ferroviário Atlético Clube só atuou uma única vez até hoje no Estádio do Café em Londrina

Pela disputa do Campeonato Brasileiro de 1983, o Ferroviário foi até a cidade de Londrina, no interior do Paraná, para enfrentar o time homônimo no famoso Estádio do Café. O jogo terminou com a vitória dos paranaenses por 3×1, resultado que eliminou o Tubarão da Barra da competição naquela tarde de domingo. Agora, quase quatro décadas depois, o Ferrão pode voltar a atuar no mesmo local e estádio. A direção coral negocia a mudança de mando de campo do jogo contra o Corinthians/SP pela Copa do Brasil para aquela localidade. O argumento é a entrada de recursos financeiros em proporções muito superiores a se o jogo fosse realizado em Fortaleza. Parece algo condenável sob o ponto de vista do futebol romântico, porém algo perfeitamente compreensível para um time que necessita de recursos visando talvez uma das competições mais importantes nas últimas décadas, a Série C do Campeonato Brasileiro a partir de abril, quando o time coral não pode nem pensar em descenso. O fato é que o clube deseja transferir o mando de campo para Londrina, um verdadeiro reduto de torcedores de times paulistas no norte do Paraná. Polêmicas à parte, vamos aguardar o desfecho e conferir se o Ferrão voltará a Londrina tanto tempo depois.

FALTOU UM JOGADOR NA FOTO DO TIME QUE PEGOU O CORINTHIANS/SP

Contra o Corinthians/SP – Em pé: dois membros da comissão, Aderson, Carlinhos, Cícero César e Maurício Pantera; Agachados: Pastor, Stênio, Arildo, Glaydstone, Marcelo e Júnior Cearense.

Esse foi o time que entrou em campo contra o Corinthians/SP na Copa do Brasil de 2004. Como dá pra perceber, falta um jogador na imagem. Trata-se justamente do zagueiro Cláudio, que já foi destaque aqui no blog em uma postagem de 2015. Ele dava entrevista para uma emissora de rádio na hora da foto e deixou de aparecer numa imagem histórica. Era a primeira vez que o Ferrão enfrentava o time paulista em toda a história. Na ocasião, como o jogo foi transmitido pela TV Globo para todo o Brasil, o Ferroviário recebeu o patrocínio pontual da marca de refrescos Camp. No primeiro tempo, o jogo foi de igual pra igual. O time coral poderia ter saído vencedor e chegou a colocar até bola na trave. Na etapa final, o Tubarão da Barra ficou meio atordoado após as modificações e o Corinthians aproveitou bem, eliminando o Ferrão da competição. Maurício Pantera e Júnior Cearense eram os destaques da equipe.

ADVERSÁRIO CORAL NA COPA DO BRASIL DE 2019 É O CORINTHIANS/SP

Ferroviário Atlético Clube participará pela sexta vez na história da Copa do Brasil em 2019

Saiu o resultado do sorteio na CBF e o Corinthians/SP é o primeiro adversário do Ferroviário na Copa do Brasil de 2019. As duas equipes poderão reeditar a única vez que estiveram frente a frente na história, coincidentemente pela mesma Copa do Brasil, só que na temporada de 2004. Apesar da derrota por 2×0 no antigo Castelão na ocasião, resultado que dispensou a necessidade do jogo da volta na capital paulista, a torcida do Ferroviário fez uma bela festa e compareceu em número de 9.857 presentes. Wilson e Jô marcaram para o Corinthians. Comandado pelo ex-goleiro Palmiéri, o time coral perdeu para o Timão com o futebol de Aderson, Arildo, Cícero César, Carlinhos e Marcelo; Cláudio, Glaydstone, Júnior Cearense e Pastor (Clemílson); Maurício Pantera (Rosivaldo) e Stênio (Gil Bala). O Corinthians venceu com Rubinho, Rogério, Anderson, Váldson e Vinícius (Moreno); Fabinho, Fabrício, Rincón e Gil;  Bobô (Wilson) e Jô (Pingo). O primeiro tempo do Ferroviário foi primoroso naquela oportunidade. Chances de gols não faltaram. No intervalo da partida, animados com a boa atuação e o 0x0 no placar, tinha torcedor no Castelão combinando a viagem a São Paulo para o segundo jogo. Na etapa complementar, Palmiéri mexeu mal na equipe e o ritmo caiu vertiginosamente de produção. O Corinthians se aproveitou e achou a vitória. Prepare-se para 2019 recordando os lances abaixo do jogo de 2004. Quinze anos depois, tem vingança sendo preparada?

FERRÃO IGUALA HISTÓRIA E DOBRA VANTAGEM EM CIMA DO CONFIANÇA

Depois de 14 anos, o Ferrão voltou a disputar a Copa do Brasil, uma das competições mais democráticas do futebol nacional. Ao bater o Confiança/SE por 2×1 em jogo único, realizado ontem à noite no Estádio Presidente Vargas, o time coral igualou sua marca histórica de chegar à segunda fase da competição, fato ocorrido em 2004 quando o Tubarão da Barra primeiro teve que passar pelo América/RN para pegar o Corinthians/SP na sequência do campeonato. Dessa vez, o adversário da segunda fase será o Sport/PE e será uma grande oportunidade para o Ferrão fazer história e chegar à terceira fase da Copa do Brasil de forma inédita. O jogo será na Ilha do Retiro, em Recife, onde o Ferroviário não se apresenta desde 1981. O resultado de ontem em cima do Confiança ainda dobrou a vantagem coral em termos de números de vitórias contra o time sergipano. Agora, em sete confrontos na história, o Ferrão ostenta 4 vitórias (1984, 1997, 2006 e 2018) contra apenas 2 vitórias do Confiança (1984 e 1997). Ocorreu ainda um empate entre ambos na Série C de 2006. Dá pra dizer que o Confiança é freguês do Tubarão da Barra? Talvez. Por que não? Confira abaixo a excelente vitória coral de ontem com um mix das imagens da Tv Artilheiro e a narração de Antero Neto da Rádio Verdes Mares de Fortaleza. Vale a pena!

UMA FOTO QUE REPRESENTA BEM A VIDA DO GOLEIRO NO FUTEBOL

Rafael Muralha, Fernando Júnior e Eduardo: goleiros do Ferroviário na temporada de 2013

Já que ontem foi o ´Dia do Goleiro` no Brasil, a seção ´Retratos` presta uma homenagem a todos os goleiros que defenderam o Ferroviário em mais de oito décadas de existência. A imagem simboliza bem a vida dos goleiros, sempre pulando e caindo no chão nos treinamentos e nas partidas. Há quem diga que em determinados jogos, o goleiro nem suja o uniforme dada a inoperância do adversário. Não é o caso dos três goleiros da foto acima, tirada no segundo semestre de 2013, durante mais um dia de treino puxado na Barra do Ceará com o preparador William Mardoch. Vejam e recordem Rafael Muralha (11 jogos pelo Ferrão), Fernando Júnior (60 jogos) e Eduardo (2 jogos). O paranaense Fernando Júnior atua hoje no futebol angolano. Rafael Muralha continua no futebol cearense e Eduardo, irmão do goleiro Cássio do Corinthians, desistiu da profissão.

O CARNAVAL DAVA A DICA DE O QUE SERIA CAPAZ DE PARAR JOMBREGA

Bloco ´Cordão das Coca Colas` no carnaval de Fortaleza fazia alusão à jogador do Ferroviário

O carnaval desse ano passou, mas deixou resgatado essa foto histórica de meados dos anos 40. O aviso foi do pesquisador Ciro Câmara, jornalista cearense apaixonado por futebol e, em particular, pela pesquisa esportiva. Era o ´Cordão das Coca-Colas`, antigo bloco carnavalesco de Fortaleza onde os homens se vestiam de mulher. Um dos rapazes ou das moças, como queiram, segura um placa com a frase: “Detefon para Jombrega“. Estaria ele se referindo ao grande artilheiro cearense Jombrega? Ciro Câmara aposta que sim e é muito provável que esteja certo. Jombrega chamava-se Francisco José Róseo de Oliveira e jogou no Fortaleza, Maguary, Ferroviário e até no Corinthians/SP, segundo dados do Almanaque do Timão, de autoria de Celso Unzelte. No Ferrão, Jombrega acumulou passagens entre 1940 e 1946, disputando 38 jogos e marcando 26 gols. Conquistou 2 títulos pelo Ferroviário: o Torneio Início e a Taça General Mascarenhas, ambos na temporada de 1940. Segundo interpretações, a placa indica o que poderia parar Jombrega, um verdadeiro fenômeno dentro dos campos de Fortaleza. Talvez só mesmo o Detefon, um dos principais e mais famosos inseticidas da época, muito comum na boca do povo até a década de 80. Lembrou do Detefon? Dá uma olhada na publicidade abaixo.

GOLEIRO CORAL EM 1980 É O ANIVERSARIANTE DA SEMANA

1980_39222ado

Ado orienta a barreira do Ferrão num clássico contra o Ceará no campeonato estadual de 1980

A dica veio do internauta Charles Garrido, figura frequente no blog e nos comentários da nossa página no Facebook. Hoje é dia de homenagear o aniversariante da semana! O Brasil inteiro falou sobre os 70 anos do ex-goleiro Ado, campeão do mundo com a seleção brasileira na Copa de 1970, ex-arqueiro do Corinthians/SP e do Ferroviário no campeonato cearense de 1980. Ado já mereceu inclusive postagem especial por aqui em abril do ano passado. É ele o destaque da seção ´Retratos` dessa semana.