FOTO HISTÓRICA DO FERRÃO NO LINDOLFO MONTEIRO EM 1989

Ferrão em 1989 – Em pé: Giordano (Preparador de Goleiros), Silmar, Toninho Barrote, Marcelo Veiga, Osvaldo, Evilásio e Arimatéia; Agachados: Mardônio, Alves, Cacau, Jacinto e Paulinho

O retrato de hoje veio diretamente de Teresina e foi um presente para o blog de um dos maiores pesquisadores do futebol piauiense. Quem é do ramo já ouviu falar de Severino Filho, o Buim, autor de livros sobre as memórias futebolísticas daquele estado. Por quase trinta anos, ele guardou a fotografia acima, tirada no Estádio Lindolfo Monteiro, antes de uma partida tumultuada, cheia de paralisações, falta de energia e pancadaria entre o Ferroviário e o River/PI pelo campeonato brasileiro. Era 14 de outubro de 1989 e jogadores como Silmar, Marcelo Veiga, Arimatéia e Alves faziam uma de suas últimas partidas com a camisa coral, já que não permaneceram para a temporada seguinte. Silmar foi para o Tiradentes/CE, Marcelo Veiga para o Santos/SP, Arimatéia para o ABC/RN e Alves foi para o Fortaleza. Os quatro foram campeões pelo Ferrão em 1988.

ESCUTE OS GOLS DE UMA VITÓRIA CONTRA O TIRADENTES EM 1988

alves22

Alves: gol espírita

O penúltimo jogo do Ferroviário no campeonato cearense de 1988 foi tenso e sofrido. O Tiradentes tinha um ótimo time e havia sido páreo duro para todas as equipes da competição, chegando inclusive a vencer o 2º turno em cima do próprio Tubarão da Barra. O voltante Alves marcou um ´gol espírita`, mas Nélson, ex-jogador do próprio Ferroviário, empatou para o Tiradentes. No segundo tempo, a revelação do campeonato Mazinho Loyola chutou forte da entrada da área e decretou a importante vitória coral por 2×1. Uma semana depois, o título de campeão cearense estava nas mãos do Ferroviário depois de outra vitória, dessa vez em cima do Fortaleza.

amilton melo

Amilton Melo

O Almanaque do Ferrão recuperou o áudio dos gols do Tubarão contra o Tiradentes. Era o jogo de número 2.249 da história coral, no dia 31/8/1988. A narração é da então equipe esportiva da Rádio Uirapuru AM de Fortaleza, que tinha Vilar Marques no comando do 1º tempo e Júlio Sales no 2º tempo das partidas importantes. No gol da vitória, é possível perceber ao fundo a empolgação dos comentaristas da emissora, primeiro no grito entusiasmado de “goooooool” de Amilton Melo, lendário ex-jogador do Ferrão, e depois no grito do excelente Chico Rocha. O jogo teve arbitragem de Hilton Alcântara e 3.484 pessoas pagaram ingresso no Castelão naquela quarta-feira à noite. O Ferrão do técnico Lucídio Pontes venceu com Robinson, Silmar, Arimatéia, Djalma e Marcelo Veiga; Toninho Barrote, Alves, Arnaldo e Jacinto; Mazinho Loyola e Beto Andrade (Edson). O Tigre jogou com Salvino, Alexandre, Batista, William e Osmanir (Perivaldo); Nélson, Modali (Jarbas) e Adilton; Valdir, Marquinhos e Lupercínio.