JOGAR NA BARRA PRA QUE? PRA QUE MESMO JOGAR NA BARRA DO CEARÁ?

Jogo do Ferroviário na temporada de 2003

Depois de sete anos sem jogos oficiais no seu estádio particular, o Ferroviário voltou a utilizar a velha praça esportiva da Barra do Ceará como mandante na Taça Fares Lopes de 2019. E o resultado foi rigorosamente o mesmo de sempre: um baixíssimo índice de aproveitamento dos pontos disputados, reclamações contra o vento – que é fortíssimo nessa época do ano – gramado duro e um desconforto sem igual em relação ao torcedor que é, antes de qualquer coisa, um consumidor. De positivo, a economia financeira. E só. Quase sempre um barato que sai caro no final das contas, dadas as frustrações quase certas dos resultados. Muita gente comemorou a volta do clube para o Elzir Cabral. Será que há mesmo o que se comemorar? E a velha ideia de transformar aquele espaço em campos para treinamento iniciando uma visão moderna de Centro de Treinamento? Não seria pedir muito para um time que está na Série C nacional. Seria o mais lógico.

Estádio Elzir Cabral pouco antes de sua inauguração para jogos oficiais no final da década de 1980

Que a atual estrutura do Elzir Cabral fique apenas na memória de quem um dia idealizou um estádio próprio para o clube. Ideia sábia, porém que não se aplica para os dias atuais. Como dizem Simon Kuper e Stefan Szymanski na conceituada obra ´Soccernomics`, não conhecemos nenhum supermercado que funcione montado em uma estrutura arcaica e velha do século passado. Todos se modernizam e evoluem para atender bem seus clientes. É o que obriga a competição do mercado. No futebol, essa realidade parece passar longe. Desde que conseguiu inaugurar seu estádio para jogos oficiais há longínquos 30 anos, a Barra do Ceará só passou pelo chamado ´banho de loja`. Na época, o gramado da Barra era equivalente ao gramado do Castelão em termos de qualidade. Hoje, apesar de todas as melhoras, tem muito campo de subúrbio que é superior. Argumentos de que o estádio coral é um ´caldeirão` simplesmente não se sustentam. Que caldeirão é esse que proporciona apenas 58% de vitórias quando o Ferrão atua lá em jogos oficiais? O percentual de empates é de 23% e 19% são de derrotas. Números para se pensar. Jogar na Barra pra que mesmo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s