O DIA QUE O MAIOR ÍDOLO DO CEARÁ VESTIU A CAMISA DO FERROVIÁRIO

gildofernandes

Gildo na década de 60

O lendário Gildo Fernandes de Oliveira morreu na manhã de hoje. Ele é o maior ídolo da história do Ceará. Em suas redes sociais, o Ferroviário prestou oficialmente suas condolências, não apenas pelo fato de Gildo ter sido um dos principais nomes do futebol cearense em todos os tempos, mas também por ele ter vestido a camisa do Ferrão em sua carreira profissional. Foi apenas uma vez, no dia 31 de janeiro de 1962, no PV, num amistoso contra o famoso esquadrão do Vasco da Gama. Ele e o zagueiro Alexandre, outro ídolo alvinegro, foram cedidos pelo Ceará especialmente para reforçar o time coral no embate contra os cariocas. E Gildo, no auge de sua forma física, deixou sua marca de goleador também com a camisa do Ferroviário, assinalando o único gol coral na derrota por 3×1. Saulzinho, três vezes, marcou para o Vasco/RJ. Naquele jogo histórico, o único de Gildo com a camisa coral, o Ferrão formou com Zé Alberto, Jurandir e Alexandre; Gilberto (Luis Carlos), Damasceno e Eudócio; Kitt (Valdir), Wellington, Gildo, Lucena e Garrincha. O Vasco atuou com Ita, Belini e Barbosinha; Dario, Nivaldo e Coronel; Joãozinho, Saulzinho, Viladôniga, Lorico e Sabará. Está lá na página 108 do Almanaque do Ferrão, exatamente no jogo de número 787 da história coral, eterno Gildo Fernandes de Oliveira, 1 partida e 1 gol marcado pelo Ferroviário Atlético Clube.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s